Aventuras e complexidades


Nossa, fiquei sem postar um tempão de novo, não posso deixar isso virar rotina, mas enfim...

aiai varias coisas aconteceram, prometo que vou tentar não deixar esse post ficar tão grande quanto o anterior, mas vamos aos "babados"

A semana passada passou normal, sem muitos acontecimentos, até sexta, é claro. Um amigo meu da faculdade me chamou para ir para a Le Boy (boate gay muito conceituada aqui no Rio, pelo menos eu pensava que era rsrs) e como ja eu tava querendo me divertir, fui com ele. Cheguei la quase uma hora atrasado por causa de alguns contra tempos aqui em casa, mas ainda sim ele estava do lado de fora, me esperando. Eu tava afim de beber, então fomos para um barzinho antes de ir para a boate. E la bebi duas capirinhas, eu adoro (adorava.. rs) caipirinha pelo motivo de me deixar alegrinho sem me deixar bebado, mas isso não funcionou, o cara fez o drink muito forte, e entupiu de gelo, então eu meio que não percebi que tava tão forte assim, resumindo, fiquei tontinho na velocidade da luz, e eu bebado, sou uma desgraça, comento de todo mundo na rua, dou em cima de quem acho bonito, sendo homem ou mulher e entre outras coisas também. Resumindo bem a historia, fiquei muito, mas muito bebado (isso só com duas caipirinhas -.-) entrei na boate, e sinceramente, só sei que peguei uns dois caras la, ou eles me pegaram, não sei bem como funcionou, mas só sei que teve uma hora que eu não tava mais aguentando fugir deles, ae decidi sair da boate e vir embora, foi uma aventura, pegar o 175 da Atlantica, cheio de gente, e ainda por cima podre de bebado, sinceramente não sei como cheguei em casa.

Sabado foi um dia horroroso, passei muito mal de manhãzinha um pouco depois que cheguei em casa, como eu tava de estomago vazio a noite inteira, a bebida bateu e quase furou meu estomago frágil (ja que não sou de beber muito) o dia passou e foi tudo muito tranquilo. Domingo foi dia das mães, passei dia todo com a minha mãe e uns familiares, mas voltamos cedo para casa, por volta de umas 5pm. Ae ca estou eu, assistindo a dança dos famosos quando o meu telefone toca, um numero que eu não conhecia. Metido do jeito que sou (mentira :P) eu não atendi o telefone, não atendo quando não sei o numero que esta ligando, sendo que o telefone tocou umas 5 vezes até que resolvi ver quem era o ser que queria tanto falar comigo, quando atendi quase morri "Alô, Noah?" - "Sou eu, quem é?" - "Oi meu lindo, tudo bem? Sou eu, o Ramon"....

Demorei a realizar a situação, sabe quando voce fica meio que pensando mil coisas em um segundo, ele percebeu a minha demora e insistiu com mais um alô , me apressei e pedi desculpa pela demora a responder. Ele então me perguntou porque que eu não tinha ligado para ele, pronto né, comecei a gaguejar, falei mega trêmulo que tinha perdido o telefone dele dentro do taxi e bla bla bla, foi ae que me toquei e perguntei como que ele tinha conseguido o meu numero?? (pelo o que eu tinha me lembrado, eu não tinha dado meu numero p ele...) "Ah, quando voce tava destraido com o garçon, eu peguei o seu telefone na mesa, lembra? ae liguei p meu celular, e depois apaguei a ligação" Safado, foi o que pensei na hora, mas como fiquei mega surpreso não respondi, ele ficou perguntando se eu não tinha mesmo gostado dele, se ele inha feito algo de errado naquela noite, e antes que ele falasse mais alguma coisa interrompi dizendo que não, ele era perfeito que tinha sido só mesmo o fato de eu ter perdido o telefone dele, e que tava feliz dele ter me ligado (e fiquei mesmo ^^) papo vai, papo vem, ficamos conversando no celular uns 20 minutos, foi ae que me toquei como era caro a ligação p celular, e que ele ia pagar uma fortuna e falei isso p ele, ele rebateu falando que não importava, que a ligação estava valendo cada centavo gasto e que pagaria até mil vezes mais caro só pelo prazer de estar falando comigo, pronto né, desmanchei e mais uma vez fiquei mudo, e ouvi umas 4 vezes aquela voz linda dizendo "Alô? Alô... alôô, noah, voce ainda ta ae?" respondi prontamente, mas falei que tinha que desligar, precisa urgente colocar a minha cabeça no lugar e pensar no que estava acontecendo, ele queria passar aqui em casa p me pegar, e claro que eu disse não. Não conformado ele disse que ia me ligar de novo no final dessa semana p gente poder sair de novo, ele quer passar um dia comigo, p me conhecer melhor, e p eu dar a chance dele mostrar que pode me fazer feliz, falei p ele que ia pensar que a gente se falava no meio da semana, mandei beijos e ele retrucou "voce ainda vai ser meu, só meu" e desligou.

To trêmulo até agora, sinceramente não sei o que fazer, voces podem dizer que eu seria o cara mais idiota do mundo em dar um fora, nele, e eu concordo, sendo que, ja sofri muito uma vez por amor, e não quero isso de novo, e o Ramon é simplesmente tudo, ele é fofo, romantico, fala besteira, é culto, tem assunto, além de ser um gato, o cara mais gato que ja vi na minha vida, completamente encantador, tenho medo de dar essa abertura que ele tanto quer, e depois ele me sacanear, ou sei la, tenho medo dele me querer meio que pelo fato de eu não ter dado muita bola p ele (no dia em que nos conhecemos, eu tava beeem altinho, e realmente não fiquei babando o ovo dele, me valorizei super) e acho que ele pode ter vindo a ter esse interesse por mim por causa disso...

Aiaiai... ja escrevi horrores, de novo. Anja, mega obrigado por estar acompanhado o meu blog viu! ^^ fico mega feliz em ta dividindo essas coisas doidas da minha vida com alguém! ^^

Agora vou dormir, ou tentar né... minha vida é 8 ou 80 como diz um amigo meu, ou é parada demais, ou badalada demais. Assim me perco, ahhhh hoje meu ex veio falar comigo no msn... é mole, mas isso eu conto no proximo post. rsrs beijão gente, e boa semana! ^^

3 comentários:

Daniel Remondini Filho disse...

Muito bem claro o quanto a gente fica numa saia justa em certas ocasiões, e também é claro o quanto a vida tem seus momentos chatos!

O post ficou grande mas muito interessante!

Ariel Lawinsky disse...

Não perde essa chance não cara!
Quanto ao meu vizinho, pois é coincidência pura mas eu bem que gostei, pelo menos é prático rs.

P.S.: A Anja acompanha sim o eu blog, mas eu o Ariel que divide o blog com ela tbm leio! Fiquei com ciumes do agardecimento só pra ela rs.. brincadeira... amanhã tem post da anja no blog. Bjão!

Bianca Mansur disse...

Adorei o seu blog. Parabéns!

Olha um conselho que quem jah sofreu muito com amor e hoje finalmente encontrei o meu porto seguro. Infelizmente para ter o melhor tem que provar os outros. Aposta, se der certo, vai ser maravilhoso. Se não der, mais um e a fila anda ^^

Sucesso! o/

Beijos

Visite o meu blog também:
http://www.sunnahmansur.blogspot.com

Postar um comentário